quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Telemarketing precisa ser regulamentado

Sábado, 17 de junho de 2006, 06h56


Francisco Viana

Especial

Telemarketing nos caminhos da anticomunicação e invasão de privacidade






Do Bloco de Notas

Fatos do cotidiano que podem contribuir para aperfeiçoar e motivar boas práticas de comunicação corporativa.



Invasão de privacidade

No afã de vender serviços, companhias de serviços das mais diversas trilham os caminhos da anticomunicação. Invadem a privacidade dos cidadãos-clientes com insistentes vendedoras de telemarketing que ligam sem qualquer cerimônia, inclusive aos sábados. A falta de limites que hoje grassa nesse tipo de prospecção de vendas irrita a todos. Da minha parte, deixei de atender esse tipo de consulta. Sugiro que o cidadão faça o mesmo e que os departamentos de comunicação das companhias invasoras reflitam sobre o tema.

Por que não consultar o usuário se ele quer ou não atender o telemarketing? Não seria mais civilizado enviar um e-mail? Aliás, o Congresso precisa legislar sobre o tema da invasão de privacidade do cidadão pelas companhias prestadoras de serviços. A tensão cresce e nada se faz para proteger o cidadão com as letras vivas de um rigoroso contrato social. E multas pesadas para as companhias invasoras.
------------------------------------------------------------------------------------------
Após ler este artigo,quase dois anos depois, me dou conta que também sou uma vítima dos TELEMARKETING-Isso é crime e precisa ser regulamentado, agora imagine vocês que eu como professor, sou atordoado por mensagens, torpedos, telefonemas de bancos, empresas diversas, ongs.Agora ainda considerem vocês que, dou aulas e de repente me sinto perseguido na minha provacidade por mesangens e contatos que nao peço e ao contrário abomino.
Agora farei o seguinte: publicarei em blogs os invasores que me fazem perder tempo, para fazer a mesma antocimunicaçaõ que eles provocam.

paulo a c v

Nenhum comentário: