quinta-feira, 17 de julho de 2008

Record ilude com manipulação de gráfico de Ibope

Ricardo Feltrin
Colunista do UOL
A Record manipulou graficamente dados de audiência durante reportagem do "Jornal da Record", exibida na semana passada. O objetivo foi reduzir graficamente a diferença que separa a emissora da Globo.

O site Tevê Notícias foi alertado por seus leitores e publicou a imagem do gráfico manipulado: uma liderança diferença de quase 13 pontos a mais para o "Jornal Nacional", contra o "Jornal da Record", foi representada por duas torres praticamente do mesmo tamanho (veja abaixo).

Já uma minúscula diferença, de apenas 0,8 ponto, em favor do "Câmera Record" contra o "Globo Repórter" apareceu com torres de tamanhos completamente desproporcionais: há um visível "superfaturamento" da vitória da Record.







Outro Lado

A Record confirma que a imagem dos gráficos abaixo, publicadas no site Tevê Notícias, são verdadeiras. Mas nega que tenha havido qualquer tipo de manipulação, nem mesmo visual.

"Não há manipulação de gráficos, uma vez que os números estão lá expostos(...). Em TV existe também a questão estética do gráfico, a tela é limitada", informou o Departamento de Jornalismo, por meio da CGRecord.

Réplica

O problema não é estético. E os números de fato estão certos. Mas há manipulação clara de proporção. Ao colocar proporções completamente diferentes, em dois gráficos diferentes, a Record usa dois pesos e duas medias em seu favor. O telespectador é induzido a acreditar que o "Jornal da Record" está encostado no "JN" - o que não é verdade. E que o "Câmera Record" venceu de forma cabal o "Globo Repórter" - o que também não é verdade (por apenas 0,3 não acabou em empate técnico).

Nenhum comentário: