segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Auditório Ibirapuera apresenta "Afrocantos" Coro Luther King em




( A Missa Luba e cantos tradicionais africanos )

Solista: Mouna Amari ( Tunísia )
Com Ivan Vilela e sua viola caipira
participação Especial Fabiana Cozza
grupo de percussão Djembedon - Tambores Africanos
Regência: Martinho Lutero Galati
Em parceria com o Hospital Premier
DOMINGO - 13 de setembro - 11h00
Cantos africanos e afro-brasileiros acompanhados de tambores originais africanos e de percussão brasileira. Um encontro de culturas, religiões e tradições com o pano de fundo musical da "Missa Luba", composição dos anos 60, originária do Congo que se baseia nas partes cantadas da missa cristã em latim como tapete para a percussão dos mágicos tambores da Guiné - o Djembe, o Dumdum e seus companheiros. Primeira obra musical verdadeiramente sincrética do "ritual" africano, exemplo típico de criação coletiva, baseada em cantos tradicionais congoleses, a Missa Luba foi executada recentemente por artistas importantes da tradição canora africana como Miriam Makeba e Angelique Kidjo. Uma estrutura de rara simplicidade e beleza, que permite conjugar elementos musicais de tradições e culturas diversas.
Para este concerto, a Rede Cultural Luther King de São Paulo, sob direção do Maestro Martinho Lutero Galati, apresenta uma versão da Missa Luba que agrega as três principais religiões da África e da América: cristã, muçulmana e a tradicional animista, acrescida de cantos rituais do Kenya, África do Sul, e pérolas do repertório afro-brasileiro.
Participação Especial de Mouna Amari - cantora, compositora e alaudista muçulmana residente na Tunísia - uma das mais importantes instrumentistas de LUD: o pai de todos os instrumentas de cordas dedilhadas do ocidente. Participa também Ivan Vilela e sua Viola caipira, um grupo de percussionistas africanos e brasileiros, o DJEMBEDON, e o Coro Luther King com 80 vozes.
Um alegre e vigoroso intercâmbio entre nações distantes, estreitamente ligadas, encurtando as distâncias culturais entre os dois continentes: África e América.

Nenhum comentário: