sábado, 14 de novembro de 2009

Livro 'Desacordo Ortográfico' no Brasil



por Lusa.... http://bit.ly/MuuAU




'Desacordo Ortográfico' no Brasil

Reginaldo Pujol Filho organizou antologia a sair pela Não Editora

O escritor gaúcho Reginaldo Pujol Filho organizou a antologia Desacordo Ortográfico, disponível a partir de hoje. O autor vê o livro publicado pela Não Editora como uma provocação ao Acordo Ortográfico.

"A ideia do Acordo Ortográfico de unificação não vai a favor da literatura", afirmou à Lusa o organizador do livro que reúne autores como os brasileiros Altair Martins, Luís Fernando Veríssimo, Manoel de Barros, Marcelino Freire, os portugueses Gonçalo M. Tavares, Patrícia Reis, João Pedro Mésseder, Luís Filipe Cristovão, Patrícia Portela, os angolanos Ondjaki, Luandino Vieira, Pepetela, os moçambicanos Nelson Saúte, Rogério Manjate e a são tomense Olinda Beja.

"É uma exaltação da diferença, caracteriza. O projecto do Desacordo não pretende opor-se ao Acordo, mas deseja provocar e valorizar as diferenças na língua portuguesa", disse ainda o escritor. "A ideologia que rege este tipo de Acordo vai contra os escritores que querem romper, transgredir, que querem trazer uma nova forma de escrever", afirmou Pujol Filho à Lusa. "Na verdade, o que se quer é fazer uma homenagem à língua-mãe". Este projecto, idealizado em 2007 por Pujol Filho, tem como objectivo pular os limites do Brasil e atingir outros países lusófonos. O sentido de "aceitar as diferenças" insere-se num projecto ambicioso de reunir um lote de pessoas talentosas que ainda não foram publicadas em território brasileiro.

Nenhum comentário: