sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Estúdios de cinema MGM declaram falência

Os estúdios de cinema Metro Goldwyn Mayer, cuja história em Hollywood remonta aos anos 1920, declararam oficialmente a falência, revelou a publicação "The Hollywood Reporter".




A empresa, que acumula dívidas superiores a quatro mil milhões de dólares (2,8 mil milhões de euros), entregou na quarta-feira num tribunal em Nova Iorque um documento estratégico para a reestruturação dos estúdios, depois de saldado o processo de bancarrota.

Na semana passada, os credores da Metro Goldwyn Mayer (MGM), entre os quais a empresa de produção de cinema Lionsgate, decidiram aprovar um plano para perdoar a dívida em troca de uma posição accionista quando os estúdios forem reestruturados.

Criada em 1924, a MGM possui um catálogo de cinema norte-americano de mais de quatro mil filmes, entre os quais "O feiticeiro de Oz", "E tudo o vento levou", "Ben-Hur" e os mais recentes filmes de James Bond e "Hobbit", de Peter Jackson.

Nenhum comentário: