segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A CESARIA ÉVORA

















Sodade cantamos nós agora
Sodade e a falta de tua guela limpa
do teu riso moreno
das águas que pintaste
nas mornas que ficarão frias
do cabo que já não será mais tão verde.

Si bô 'screvê' me
'M ta 'screvê be
Si bô 'squecê me
'M ta 'squecê be
Até dia

Sodade sodade
Sodade
Dess nha terra Sao Nicolau
Nha sentimento
adeu Cesária

Nenhum comentário: