domingo, 19 de fevereiro de 2012

CARNAMÍDIA























Neste número recente da Revista Brasileiros tratei na coluna Palavra de Brasileiros da Mídia e o Carnaval.Um Carnaval espetáculo que tomou o lugar do carnaval popular participativo, como ainda ocorre em Olinda, Recife, Santa Catarina, dos centros maiores, entre outros, afora claro cidade como São Luis do Paraitinga-SP e o interior de Minas, por exemplo.
Mas o que a mídia Televisiva faz é discorrer sobre os carnavais espetacularizados tipo broduei em que é algo fechado, pago, e puro espetáculo para as redes venderem mundo afora.
Neste Carnaval , do Rio, destacadamente, o tema primordial foram estados do Nordeste e figuras da Cultura popular de lá, mas isto é desculpa para mostrar um lado popular,enquanto tema, mas que não resgata a participação popular, ou seja, o povo não entra em passarela, é negócio .
De modo diferente, temos O Galo da Madrugada(REC PE) e O Cordão do Bola Preta,(RJ) aonde o povo esta nas ruas e não se paga, onde o espetáculo é a massa .

A mídia tenta nos enganar com esta espetacularização.
Por outro lado há os que não curtem o Carnaval e descem para o litoral, ou interior como dizemos paulistas; e os que aqui ficam não tem opção de ter eventos.
O estado do Ceará, e Pernambuco preparou eventos paralelos em música nas regiões serranas do estado para atrair um público que não quer o carnaval estereotipado.

No Ceará, no carnaval, o jazz e o blues vão compor a trilha sonora de milhares de pessoas em Guaramiranga, no Ceará. Distante cerca de 123 km de Fortaleza, a cidade serrana está localizada sobre o maciço de Baturité, a 865 metros de altitude.
Ravi Coltrane (EUA) se apresentará com Gadi Lehavi (Israel) | foto: John Rogers
Em sua 13ª edição, o Festival Jazz & Blues de Guaramiranga, no Ceará, divulgou as atrações de 2012. Durante quatro dias (de 18 a 21/02), Guaramiranga vai receber músicos de Cuba, Israel, Estados Unidos, Bélgica, Argentina e Brasil, que se apresentarão nos palcos e praças da pequena cidade cearense. A organização do evento prevê um público de 12 mil pessoas durante o período momino.(http://bit.ly/bUHtqH)
Em Pernambuco, Garanhuns faz Jazz Festival com figuras tais como: Stéban Sumar (Chile), Tico Santa Cruz (RJ) e Andreas Kisser (SP), com Uptown Band (PE), Magic Slim (EUA), com Blues Special Band (Argentina) e Big Time Orchestra (PR).
Temos ai uma cultura mesclada, que atende a população, será que São Paulo, não desce do seu altar mor e copia as coisas boas do Nordeste , afinal tudo é Brasil.

Nenhum comentário: