quarta-feira, 9 de maio de 2012

A VIRADA DO ALÉM DOS ALÉNS EM SAMPA

A Virada Cultural em São Paulo sempre acontece e é preciso entender seu caráter, acima de tudo, político,num marketing pesado para prefeitos e governadores candidatos. É dinheiro e fôlego para montar esse mega evento coberto ou encoberto de seus propósitos políticos para com a massa . Políticos comparecem e fogem rapidinho, mas deixam seu recado e marca.Enquanto isto um projeto cultural permanente entre bairros e periferia não existe.E a brava massa que ávida e enganada se desloca entre os palcos políticos sem saber de antemão que muita coisa está por trás.Ao mesmo tempo a mídia em seus telejornais ,rádio e meio impresso dão-lhe espaço e consolidam o propósito do pão e circo para o povo.Assim foi em Roma e sempre será aqui.Pergunta: que critérios elegeram artistas e convidados?Houve equilíbrio de valores de caches?Fico aqui.

Um comentário:

Alice disse...

Todo "mundo" ganha, será que o povão faz parte desse mundinho? Isso gera um estado de revolta, o que realmente precisa ser feito poucos fazem!