REDES

domingo, 12 de maio de 2024

WORLD CONGRESS - FOUCAULT :40 YEARS AFTER - FOUCAULT,SUBJETIVIDADE E VERDADE- CAMPINAS-SP- UNICAMP-14 A 16.05









BREVES TRECHOS DE FALAS DOS AUTORES DA ABERTURA EM OUTROS ESPAÇOS-CRÉDITOS ABAIXO *:      
                                           PROFa. DRA.MARGARETH RAGO UNICAMP- SP

                                            PROF. DR.ALDO AMBRÓZIO -UNICAMP- PUC SP

                                            PROF. DR.OSWALDO GIACÓIA JR. UNICAMP SP

* CRÉDITOS-DRA.MARGARETH RAGO https://bit.ly/4bxVRvw
                        DR.ALDO AMBRÓZIO          https://bit.ly/3yoBOR
                          DR.OSWALDO GIACOIA JR  https://bit.ly/3WzL3bN

segunda-feira, 6 de maio de 2024

MADONA A CONTRADITÓRIA OU A IDIOSNICRÁTICA

 






 

COPACABANA ME ENGANA OU ME EDUCA.MADONA VAI DO MUSICAL AO CÊNICO

ENTORNA CORPOS, SEXO POLÍTICA

O QUE É MADONA?

AS  IMAGENS DIZEM MUITO -E POR QUE FREE PALESTINE NO  COPACABANA PALACE?

MADONA É ANTENADA,BEM ASSESSORADA NO CONTEXTO AONE VAI.,PAULO FREIRE,SONIA GUAJAJARA, CAZUZA, BETINHO,MARIELLE... VEJAM VÍDEOS







Conversas com Hildegard Angel - Pepe Escobar #56 BRASIL 247

https://bit.ly/3wqCLsb

PEPE ESCOBAR  cidadão do mundo, nascido em sampa mas voou ao mundo, ou plana o mundo.
Casado várias vezes com a mesma mulher, mora em Paris, antes Bangkok.

Depois torna-se homem do mundo,mas
a bem da verdade está mais  na ÁSIA,CONTUDO,
ROLA MUNDO AFORA VISTO COM OLHOS MALÉFICOS PELO DEEP 
STATE..é um jornalista sério e que não se vende..
Vamos ao Pepe , por HILDE 247.

FRASES DE PEPE:

sexta-feira, 3 de maio de 2024

SALVE O ALMIRANTE NEGRO-‘Meu pai é herói do povo, não da Marinha’, diz filho de João Cândido, em resposta a Olse POR ICL

 

                               JOÃO CÂNDIDO E SEU FILHO -https://bit.ly/4b9ctt2

                         FERNANDO FRAZÃO AGEN PÚBLICA

Salve  nossos irmãos negros e não negros que se rebelaram contra a chibata que há tanto batem sobre nossos corpos já esmagados pela dor ,infâmia,  perversão e covardia; nosso país é negro e de força.

P VASCO.

DISSE ALDIR BLANC E CHICO-E ELIS GRITOU FORTE -MESTRE-SALA DOS MARES

Há muito tempo nas águas da GuanabaraO dragão do mar reapareceuNa figura de um bravo feiticeiroA quem a história não esqueceu
Conhecido como o navegante negroTinha a dignidade de um mestre-salaE ao acenar pelo mar, na alegria das regatasFoi saudado no porto pelas mocinhas francesasJovens polacas e por batalhões de mulatas
Rubras cascatasJorravam das costas dos santos entre cantos e chibatasInundando o coração do pessoal do porãoQue a exemplo do feiticeiro, gritava então
Glória aos piratasÀs mulatas, às sereias
Glória à farofaÀ cachaça, às baleias
Glória a todas as lutas inglóriasQue através da nossa história não esquecemos jamais
Salve o navegante negroQue tem por monumento as pedras pisadas do cais
Mas salveSalve o navegante negroQue tem por monumento as pedras pisadas do cais
Mas faz muito tempo
Fonte: LyricFind
Compositores: Aldir Blanc Mendes / Joao Bosco De Freitas Mucci
Letra de O mestre-sala dos mares © Universal Music Publishing Group


Heroísmo de João Cândido é reconhecido em livros, filmes, peças teatrais e músicas, como a genial "Mestre Sala dos Mares"

Por Chico Alves

A declaração do comandante da Marinha, Marcos Olsen, que criticou a proposta de inclusão do nome de João Cândido no “Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria”, foi rebatida pelo filho do Almirante Negro, Adalberto Cândido, 85 anos. A alegação de Olsen é que o líder da Revolta da Chibata, de 1910, seria um “reprovável exemplo de conduta”.

“Isso é racismo, uma declaração lamentável desse almirante que não aceita que meu pai é um herói nacional”, disse Adalberto, conhecido como Candinho, ao ICL Notícias.

“Nós estamos em uma democracia e não em ditadura. A iniciativa é do Congresso, não das Forças Armadas, ele (Olsen) não tem nada com isso. Meu pai é herói do povo, não da Marinha”.

Candinho mora no município de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Há dois anos, seu pai foi homenageado com um gigantesco grafite na parede externa de casa, obra do artista Cazé e do produtor Pedro Rajão, do projeto Negro Muro.

Desde 2019, o Almirante Negro está no “Livro de Heróis e Heroínas do Estado do Rio de Janeiro” por ter se rebelado contra as chibatadas e outros castigos físicos que os oficiais naquela época impunham aos marinheiros subalternos.

“São 113 anos da Revolta da Chibata e eles agem como se continuássemos na escravidão”, avalia o filho de João Cândido. “Eles deveriam agradecer aos marinheiros de 1910 pela Marinha ser o que é atualmente. Ou queriam que a chibata continuasse até hoje?”.

joao-candido-almirante-negro

João Cândido, o Almirante Negro

João Cândido foi preso

Ele recorda que ao fim da revolta, seu pai foi preso, levado para a masmorra e ficou até em manicômio. Acabou indo morar no município pobre de São João de Meriti, onde viveu seus últimos dias e local em que reside a família.

Na nota que escreveu contra a concessão do status de herói da pátria a João Cândido, o comandante da Marinha chamou os marinheiros envolvidos na revolta  de abjetos, classificando o episódio de vergonhoso e deplorável.

“Aponto, por conseguinte, que incluir, no ‘Livro de Heróis da Pátria’, João Cândido Felisberto ou qualquer outro participante daquela deplorável página da história nacional […] seria o mesmo que transmitir à sociedade, em particular, aos militares de hoje, que é lícito recorrer às armas que lhes foram confiadas para reivindicar suposto direito individual ou de classe.”

“Se o Congresso aprovar vai para sanção do presidente Lula, esse não é um assunto da Marinha”, destaca Candinho.

Apesar das críticas do almirante Olsen, o heroísmo de João Cândido é reconhecido em livros, filmes, peças teatrais e músicas, como a genial “Mestre Sala dos Mares”, de autoria de João Bosco e Aldir Blanc. Veja o vídeo da canção abaixo, na interpretação de João Bosco e Chico Buarque:


VEJA MATÉRIA ORIGINAL-https://bit.ly/4b9ctt2