quinta-feira, 16 de julho de 2009

Micheletti disposto a renunciar se Zelaya não regressar

Micheletti disposto a renunciar se Zelaya não regressar
por LusaHoje

O presidente de fato das Honduras, Roberto Micheletti, manifestou-se quarta-feira disposto a renunciar ao poder se o presidente destituído Manuel Zelaya não regressar.
"Estou pronto para tomar essa decisão, pela paz e tranquilidade no país, à condição, de que isso seja efectivamente estabelecido, que o ex-presidente Zelaya não regresse", declarou Micheletti em conferência de imprensa.
Micheletti, presidente do Congresso, foi designado chefe de Estado a 28 de Junho, imediatamente depois da detenção, do envio para o exílio e da destituição de Zelaya, eleito em Novembro de 2005.
Roberto Micheletti está "preocupado" com rumores sobre um projecto de regresso de Zelaya às Honduras no sábado "pela fronteira do sul" e com a ajuda "de um grupo armado", durante uma segunda reunião de mediação em São José da Costa Rica, liderada pelo presidente costa-riquenho Oscar Arias.
Contudo, trata-se apenas "de especulações, sem confirmação oficial", sublinhou.
"Do nosso lado, temos confiança na capacidade de diálogo para resolver o problema", acrescentou.
Micheletti precisou que "não se deslocará pessoalmente à reunião de mediação de sábado em São José. Mas os dois campos, o seu e o de Zelaya, deram a composição das suas respectivas delegações para este encontro".
Uma primeira reunião, na sexta-feira passada, acabou por ser encurtada quando Micheletti deixou São José após um encontro com Árias, mas sem esperar pelo encontro previsto com Zelaya.
Micheletti pediu à população "que não se envolva em acções violentas", após o apelo lançado terça-feira por Zelaya "à insurreição do povo" contra as novas autoridades das Honduras.

Nenhum comentário: