domingo, 30 de março de 2008

Violência!


A violência não para, e perdemos de vez o rumo!!!!!!!!!!!!!A violência é um fato corriqueiro, a guerra civil, já não se anuncia , se vive.
Paulo a c v



Dor e emoção marcam enterro de professor morto na Bahia
Publicado em 30.03.2008, às 14h39


Esposa chora na despedida ao professor





Do JC OnLine

Dor e emoção marcaram o enterro do professor pernambucano João Francisco de Souza, da Universidade Federal de Pernambuco, neste domingo, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista. Familiares, ex-alunos, professores e pesquisadores foram prestar o último adeus ao mestre, que foi assassinado na última quinta-feira, numa tentativa de assalto enquando estava hospedado na casa de um amigo, na Bahia.

O corpo do docente foi velado durante toda a madrugada, no Centro de Educação da UFPE. Na manhã deste domingo, no mesmo local, foi realizado um culto ecumênico, antes de ser levado ao cemitério. Na última sexta-feira o reitor da UFPE, Amaro Lins, decretou luto oficial de três na Universidade, devido ao falecimento do professor.

João Francisco de Souza, que tinha 63 anos, era coordenador do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação de Jovens e Adultos (Nupep) desde 1994 e vice-presidente do Centro Paulo Freire de Estudos e Pesquisas. Foi diretor do Centro de Educação de 1997 a 2001. Admitido na UFPE em 1978, João Francisco era professor titular desde fevereiro de 2007, após realizar novo concurso público. O docente deixa viúva, três filhos e um neto.

CRIME - De acordo com a polícia, João Francisco de Souza estava hospedado na casa de um amigo quando três homens invadiram a residência. Os bandidos teriam percebido uma tentativa de fuga do professor e atiraram duas vezes contra ele, que foi baleado no peito

Nenhum comentário: