segunda-feira, 18 de maio de 2009

Novo Wolfram Alpha e seus competidores -Google e Yahoo


Será que vai conseguir competir com os demais -GOOGLE E YAHOO? VEREMOS!!!!!!!!!!!!!!!!ainda mais com as recentes propostas do Google e Yahoo em parceiras ,já que o yahoo nao decide- se a venda. paulo a c v

Wolfram Alpha: o motor de busca que responde a perguntas está disponível
18.05.2009 - 12h04 Susana Almeida Ribeiro
Há quem diga que se trata do futuro da pesquisa online: oferecer informação factual, extraída do manacial de páginas da Web e apresentada de forma simples. O inovador motor de busca está em funcionamento e já provou a sua eficácia, tendo recebido elogios generalizados durante as primeiras 24 horas de funcionamento.

O Wolfram Alpha difere do Google e dos restantes motores de busca porque responde a perguntas concretas, em vez de elencar as páginas de Internet onde os utilizadores podem ir buscar informação relacionada com as palavras de pesquisa.

O PÚBLICO testou o Wolfram Alpha inserindo uma pergunta simples: “How old is Manoel de Oliveira?”. A resposta não se fez esperar: “100 years 5 months 7 days”. Testamos a mesma pergunta em português, mas não obtivemos resultados.

Depois de feita uma pergunta, o sistema processa as respostas recolhendo dados de várias páginas e bases que contenham unicamente informação relevante para essa pergunta em concreto.

Compreender o conteúdo das páginas (em vez de procurar apenas palavras-chave) e das perguntas do utilizador é apontado por muitos analistas como o futuro da pesquisa na Internet e tanto a Google como o Yahoo têm cientistas a trabalhar nesta área.

Este projecto, que há muito vinha a gerar algum “hype” na blogosfera especializada, foi oficialmente apresentado a 30 de Abril na Universidade de Harvard (EUA).

O projeto – da autoria do físico Stephen Wolfram, com base num sistema de algoritmos matemáticos – pode ser descrito como uma intersecção entre análise de conteúdos e as buscas genéricas na net. Aquilo que o Wolfram Alpha faz é dar uma resposta, em vez de remeter para potenciais respostas. “Tenta dar-nos informação útil com base naquilo que consegue processar”, disse Wolfram. “O objectivo é dar a toda a gente acesso a explicações ao nível de um perito”.

É possível que, futuramente, o Wolfram Alpha venha a competir com o Google ou com serviços como a Wikipedia.

O projecto foi mesmo apelidado por alguns de “assassino do Google”, mas Stephen Wolfram desdramatizou a possibilidade, afirmando apenas que a sua ferramenta irá permitir que as pessoas retirem mais informação da web. Os testes finais do Stephen Wolfram decorreram este fim-de-semana, antes do lançamento oficial.

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1381333

Nenhum comentário: