sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

A candidatura de Dilma


Parece-me que Pernambuco está com Dilma, aos poucos seu nome soa entre as pessoas como o candidato mais confiável e sendo um prolongamento do governo Lula que tem feito muito pelo Nordeste, região esquecida pelos anteriores presidentes.Dilma aparece como preferência entre Universitários, intelectuais e até mesmo entre as pessoas mais simples.
ENTREVISTA: RENATO RABELO - PRES. DO PCdoB
segunda-feira, 11 de janeiro de 2010
http://dilma13.blogspot.com/
BLOG DA DILMA: Conte um pouco da sua trajetória política no PCdoB.
RENATO RABELO: Eu comecei minha militância no movimento estudantil na Bahia, onde cursava a faculdade de medicina. Fui presidente da União dos Estudantes da Bahia, e depois fui eleito vice-presidente da UNE, em 1966. Neste período fui obrigado pela repressão policial a entrar na clandestinidade por 15 anos onde atuei em diversos estados. Depois me exilei na França, e somente pude retornar ao Brasil com a Anistia, no final da década de setenta.
Entrei para a direção do Partido Comunista do Brasil após ter militado numa organização revolucionária de prestigio político na época, a Ação Popular, que se integrou ao PCdoB desde 1972. Neste Partido atuei na direção da frente da juventude e do trabalho de organização partidária, tendo sido eleito duas vezes vice-presidente. E em 2001 fui eleito presidente nacional do PCdoB, cargo para o qual fui reconduzido duas vezes.

BLOG DA DILMA: Como você conheceu o presidente Lula?
RENATO RABELO: A primeira vez que estive com Lula foi no Congresso de fundação do PT , em 10 de fevereiro de 1980, em São Paulo. Todavia o meu conhecimento da figura política de Lula -- e inicio de uma profunda amizade política -- se deu a partir da campanha presidencial de 1989, quando então o PCdoB participou de forma destacada do comando da campanha e da elaboração programática.

BLOG DA DILMA: O PCdoB é um importante partido para consolidação da democracia no país. Qual a participação no Governo Lula?
RENATO RABELO: Os programas de governo -- tanto do primeiro mandato de Lula como do atual -- tiveram grande contribuição do PCdoB, que já vinha colaborando nesse sentido desde 1989, na busca do fortalecimento da soberania nacional, ampliação da democracia e do progresso social. O PCdoB foi importante protagonista na construção das frentes políticas que apoiaram Lula em todas as eleições de primeiro e segundo turnos desde 1989. Nós participamos desde o primeiro mandato do presidente Lula do Ministério do Esporte, e também contribuímos nos cargos titulares no primeiro Ministério de Articulação Política, na Agência Nacional de Petróleo e na Agência Nacional de Cinema. Mas além destas responsabilidades, o PCdoB participa com a cessão de técnicos e quadros políticos em diversas outras tarefas governamentais, e no Conselho Político do Governo, no qual sou o representante como presidente do Partido. Mas o Partido não tem apenas representação institucional, está presente em todas as frentes do movimento social brasileiro, no movimento juvenil, estudantil, de mulheres, da luta contra as discriminações raciais e de gênero, da luta em defesa dos direitos indígenas, no movimento sindical e dos trabalhadores, onde luta por suas posições em defesa dos direitos sociais e também dos direitos políticos das massas. O PCdoB está convicto de que, aprofundando o ciclo político aberto por Lula na presidência da República, no transcorrer das primeiras décadas do século XXI, o Brasil reunirá condições para se tornar uma das nações mais fortes e influentes do mundo. Em seu programa recentemente aprovado, o PCdoB tem como rumo o socialismo para o Brasil. O caminho para esse objetivo é a luta pela realização de um novo projeto nacional de desenvolvimento como meio para fazer o país progredir e avançar. O segundo governo Lula começou esboçar esse novo projeto.

BLOG DA DILMA: A mídia conservadora no Brasil diz que o Comunismo morreu. E o Renato o que diz?
RENATO RABELO: O mundo assistiu no ano passado a derrocada dos paradigmas neoliberais, com a crise econômica global desencadeada a partir do centro financeiro dos Estados Unidos. Na realidade trata-se de uma terceira grande crise do capitalismo, e inédita por sua dimensão. O mundo ainda vive os efeitos desastrosos dessa crise que destruiu parcelas significativas de forças produtivas, levou ao desemprego milhões de pessoas e, como solução capitalista, vem concentrando mais ainda o capital e a riqueza. Hoje em dia quem está em dificuldades é o pensamento conservador que pregava o “Fim da História” e a supremacia eterna do capitalismo... Digo que os que defendem este sistema são os ”geriatras” do nosso tempo, enquanto os que pregam o socialismo são ainda “pediatras”. Afinal de contas a experiência de construção de uma sociedade socialista está no começo, dá os seus primeiros passos na história. Uma nova e mais avançada formação política, econômica e social para suplantar a formação vigente, no curso histórico, requer longo tempo de transição e consolidação.

BLOG DA DILMA: Qual a posição do PCdoB na Reforma Agrária e no Meio Ambiente?
RENATO RABELO: O Brasil, com a vasta dimensão territorial que possui, já poderia ter realizado uma ampla reforma agrária como solução para o próprio desenvolvimento do capitalismo e o avanço democrático. Em nosso país o capitalismo se implantou no campo conservando grandes propriedades territoriais, permitindo a existência de áreas de desenvolvimento agrícola de alta produtividade, convivendo com outras muito atrasadas e impedindo a justa distribuição das terras para quem nela queira trabalhar. Diante dessa realidade, a reforma agrária é ainda uma exigência candente porque visa responder a uma demanda democrática fundamental de milhões que querem e podem trabalhar na terra, num país de grande extensão de terras agricultáveis. Pode assim distribuir parcelas de muitas áreas agrícolas e pastoris ainda atrasadas, grandes propriedades de baixa produtividade, terras devolutas, podendo desse modo impulsionar a implantação de vastas áreas de propriedades familiares com acesso ao crédito e a tecnologia, além do espírito cooperativo e de condições para o desenvolvimento agroindustrial. Sobre a questão ambiental nós não nos alinhamos a dois extremos: nem aos chamados santuaristas, que na prática paralisam o desenvolvimento tornando estática a ação da relação homem-natureza, numa concepção que visa congelar os recursos naturais; nem junto à aqueles que agem simplesmente destruindo os elementos essenciais do meio ambiente. Nós defendemos que o uso dos recursos naturais deve ser equilibrado com práticas e com planejamento que levem em conta a sustentabilidade do desenvolvimento nacional. Pensamos que a questão nodal do debate sobre o meio ambiente nas condições do mundo atual está em encontrar as formas novas de energia limpa, renovável, que possam sustentar um desenvolvimento acentuado, sobretudo nos países mais atrasados e em vias de crescimento, que requerem ainda forte impulso desenvolvimentista. O Brasil vai se tornando um exemplo neste sentido. É claro que no nosso caso fica ainda a importante questão de conter o ritmo do desmatamento na Amazônia e nos cerrados do centro-oeste.

BLOG DA DILMA: A Prefeitura Municipal de Olinda e a capital de Sergipe – entre outras cidades -- são governadas pelo PCdoB. Como foi e é a administração Comunista?
RENATO RABELO: Em Olinda, que é uma cidade Patrimônio da Humanidade, o PCdoB procurou formar uma ampla aliança política para governar a cidade, essa tem sido uma marca da nossa administração. Implantou uma administração que pela primeira vez abriu as portas da
Prefeitura aos cidadãos e cidadãs. Nós buscamos ouvir todos os segmentos da cidade, dos moradores das áreas mais pobres aos empresários. Nós buscamos tornar os procedimentos burocráticos mais ágeis e a administração transparente, mas isso foi só o começo. A ex-prefeita Luciana Santos (que atualmente é a vice-presidente nacional do Partido) investiu na recuperação de áreas degradadas, ampliou a atuação social da prefeitura, e construiu equipamentos públicos, especialmente na área da cultura. Hoje o prefeito Renildo Calheiros, nosso ex-líder na Câmara dos Deputados, avança mais, mas com o mesmo objetivo, melhorar a vida das pessoas que moram e vivem em Olinda. Da mesma forma assumimos a prefeitura de Aracaju, após a eleição de Marcelo Déda eleito para governar do Estado. Desenvolvemos o trabalho iniciado por Deda e hoje podemos dizer que a capital de Sergipe é uma das cidades com a melhor qualidade de vida do Brasil, onde o prefeito Edvaldo Nogueira governa com ampla frente política e com a participação ativa da população.

BLOG DA DILMA: Como foi o desempenho da Bancada comunista em 2009?
RENATO RABELO: Nossa bancada é pequena, mas aguerrida e polivalente, tivemos um ano muito bom com nossos parlamentares sendo premiados e tendo seus trabalhos legislativos reconhecidos. Nossos deputados e deputadas defendem os interesses de seus eleitores nos seus respectivos estados, mas defendem também a linha política nacional do Partido, lutando por um novo projeto nacional de desenvolvimento, pelo avanço nos direitos sociais dos trabalhadores e do povo, pela soberania nacional e pela integração continental solidária do país. É proporcionalmente a bancada que mais votou favoravelmente com os projetos do governo Lula, que foram encaminhados ao Congresso. É sempre bom lembrar que proporcionalmente nossa bancada é a que tem o maior número de mulheres entre todos os partidos com representação no Congresso Nacional.

BLOG DA DILMA: Você pode fazer um balanço da economia em 2009?
RENATO RABELO: Terminamos o ano de forma muito positiva, conseguimos ser dos primeiros países em plano mundial a sair da grande crise global. Para isso, foi fundamental a ação do governo em manter os investimentos em infra-estrutura e no campo social, fortalecer o pólo bancário público para sustentar e ampliar o crédito que minguava. Foi possível até criar empregos apostando no consumo interno, diversificando nossa pauta de comércio externo, aumentando nossa capacidade de desenvolvimento autônomo, e lutando para fortalecer o bloco econômico sul americano. Prevê-se já para 2010 um crescimento que pode beirar o 6% do PIB anual. Pensamos que alguns gargalos ainda têm que ser enfrentados (sobrevalorização do Real), necessidade de elevação da taxa de investimentos (21%, 25% do PIB). Também é preciso considerar o redirecionamento para uma política macroeconômica expansiva, tornando possível o Brasil vir a ser a 5ª potência econômica mundial já na próxima década.

BLOG DA DILMA: O portal VERMELHO vem fazendo a diferença na internet. Por quê?
RENATO RABELO: O Portal Vermelho é uma experiência positiva, sob a orientação do PCdoB, tornando-se um espaço de debate da esquerda, que amplia e difunde idéias avançadas e propostas concretas para descortinar novos horizontes ao Brasil.

BLOG DA DILMA: Qual será a atuação do PCdoB numa possível candidatura da Ministra Dilma Rousseff pelo PT?
RENATO RABELO: O ciclo político aberto pela ascensão de Lula à presidência da República não pode ser truncado. O primeiro e o segundo governos de Lula são o começo de um novo projeto democrático, de base popular para o Brasil e de integração solidária do sub-continente, que ainda requer longa caminhada na sua realização. A continuidade desse projeto e do seu aprofundamento requer a união de uma expressiva base política em torno do presidente Lula, sobretudo das forças de esquerda. A sua proposta de candidatura da Ministra Dilma Rousseff para a presidência da República deve merecer de nossa parte a atenção e a consideração devida. Como sempre o PCdoB não confunde os objetivos maiores com interesses imediatos ou particulares, e se empenhará pela vitória da candidatura que resultará da indicação de Lula.

BLOG DA DILMA: Se José Serra ganhar as próximas eleições será um RETROCESSO para o Brasil? Por quê?
RENATO RABELO: Barrar o curso iniciado com Lula na Presidência - expressão de poder de novas forças democráticas e populares --com a volta dos tucanos ao centro do poder nacional, trará um imenso prejuízo na trajetória de construção de um novo Brasil, soberano, democrático e solidário. O projeto político de Serra, em última instância, estará comprometido com forças políticas e sociais que sustentaram o governo inaugurado pelas duas gestões de Fernando Henrique Cardoso na década de 1990. Vem a ser um projeto restritivo ao progresso social e a ampliação da democracia, e a posição dos tucanos na política externa e inserção internacional é de subserviência aos interesses norte americanos e europeus.

BLOG DA DILMA: Sua mensagem final.
RENATO RABELO: Agradeço ao Blog da Dilma por esta possibilidade de troca de idéias e opiniões. Nós certamente vamos nos encontrar e estar juntos na campanha de 2010 na luta em defesa do Brasil e do nosso povo, com a vitória da candidatura indicada pelo presidente Lula.
Acesse: http://www.vermelho.org.br/blogs/blogdorenato/

Nenhum comentário: